IBA - Peruvian Inka Challenge

23-07-2009 09:26

Estamos a pouco tempo do início de mais um evento do Grand Slam relativo ao Circuito Mundial IBA de Bodyboard e o ambiente é de grande expectativa.
Pela primeira vez o Peru integra a lista de eventos do circuito e, segundo as últimas previsões, deverá presentear os competidores com condições perfeitas para a prática do bodyboard, o que dignifica em muito o local e o evento.

É bom constatar que o circuito conta com ondas cada vez melhores. Pipeline, Arica e agora Lima (e falta Shark Island que este ano não se realiza), afirmam-se como os spots melhor qualificados para a realização destes eventos, apresentando condições espectaculares, o que atraí os melhores riders do planeta.

O swell esperado em Lima é bastante consistente o que aumenta a ansiedade de todos os participantes e espectadores. Muitos dos riders afirmam mesmo que nunca surfaram tal onda ou alguma vez tiveram conhecimento da mesma, pelo que muitos se irão estrear neste spot.
Mas este evento podia ter tido uma fraca adesão a nível de riders, devido à tão (exaustiva e cansativamente) propalada gripe A. Tal não se verifica e conta-se com a participação dos melhores do planeta. Não há gripe que os pare!

Os olhos estão virados particularmente para três riders: Ryan Hardy, Pierre Louis-Costes e Guilherme Tâmega.
Ryan Hardy vem bastante motivado após a sua primeira vitória em Pipeline. Muito se espera dele, pois já é mais que merecido o reconhecimento deste rider através de uma vitória no circuito mundial.
Pierre Louis-Costes é uma incógnita. Após a chuva de vídeos na internet, que demonstravam que o francês se encontrava num nível muitíssimo acima do normal, eis que este se lesiona com gravidade num joelho e tem de repousar durante 8 semanas. Como será a performance do francês é a pergunta que paira no ar.
Guilherme Tâmega, após ter anunciado abandono do circuito mundial devido à falta de apoios, decidiu voltar atrás com a palavra e apresenta-se cheio de força para mais uma etapa do Grand Slam. É sempre um candidato ao título, pois é dos riders mais ferozes a nível competitivo.

De notar também o regresso de Damien King à competição…será que nos reserva alguma surpresa?
Feita uma pequena análise ao evento, espero que este corra na perfeição e que a ondulação ofereça aos atletas e espectadores um “circo” digno de tamanho aparato!

Fonte: http://www.bumpped.com/

Voltar

Procurar no site

© 2009 Todos os direitos reservados.